CURSO INÉDITO EM BELO HORIZONTE ABORDA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO EM ÁREAS URBANAS

26.09.2017

Belo Horizonte – O IAB –Departamento de Minas Gerais do Instituto dos Arquitetos do Brasil, oferecerá à sociedade mineira, entre os dias 16 e 21 de Outubro de 2017,o curso “Criação e gestão de unidades de conservação em áreas urbanas: aspectos conceituais, legais e práticos”. O objetivo do curso é capacitar não somente arquitetos e urbanistas, mas também outros profissionais liberais e demais interessados na área ambiental e urbana, fundamentado em uma visão integrada territorial e de gestão participativa.

 

O curso será ministrado pelo arquiteto urbanista Miguel von Behr, 60, Mestre em Planejamento Urbano e Regional com larga experiência em unidades de conservação, inclusive urbanas, em diversas regiões do País.

 

Minas Gerais é o segundo Estado mais populoso do Brasil e com taxa de urbanização de 85.3%(IBGE, 2010). Seu território abriga mais de 500 Unidades de Conservação segundo o Cadastro Estadual de UCs para fins de recebimento de ICMS Ecológico, onde, cerca de um quinto destas são administradas pelo Instituto Estadual de Florestas (Fonte: DIAP/IEF).

 

A região metropolitana de Belo Horizonte, por exemplo, abriga dezenas de unidades de conservação, como o Parque Estadual da Serra do Rola Moça e APA Sul RMBH-Região Metropolitana de Belo Horizonte, dentre outras municipais administradas pela Fundação de Parques Municipais, a exemplo do Parque Municipal das Mangabeiras.

 

Essas áreas protegidas urbanas contribuem para preservar escassos recursos hídricos, regular o clima urbano, proteger a biodiversidade e também oferecem espaços para lazer, pesquisa, educação ambiental e turismo, colaborando significativamente para melhoria da qualidade de vida urbana.

 

Entretanto, as unidades de conservação - e não somente as mineiras -sofrem diferentes tipos de pressão e problemas sócio ambientais decorrentes da expansão urbana descontrolada.Portanto, a relação do tema do curso é muito forte com a Região Metropolitana de Belo Horizonte que concentra cerca da metade da população mineira.

 

 

Segundo a Presidente do IAB –Departamento de Minas Gerais do Instituto dos Arquitetos do Brasil,a arquiteta e urbanista Rosilene Guedes de Souza, a atuação do arquiteto e urbanista na área ambiental ainda é bem pouco conhecida e segundo ela, “nós somos o profissional indicado para organizar o processo de estudos e projetos regionais e de impacto sócio ambiental, pois nossa formação nos capacita para exercer o papel de coordenar tarefas em equipes multidisciplinares, atual tendência do mercado de trabalho”.

 

Dividido em módulos, o curso abordará temas como aspectos legais com ênfase no Sistema Nacional de Unidades de Conservação e Estatuto das Cidades,as categorias e as etapas para criação de uma unidade de conservação, conflitos, oportunidades e desafios de gestão das unidades de conservação e suas cidades, além dos principais instrumentos de gestão participativa como o Plano de Manejo e o Conselho Gestor da unidade.

 

Também está programada uma visita técnica ao Parque Estadual da Serra do Rola Moça, uma das Áreas Núcleo da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, cercada por áreas urbanas e onde, com base no que foi discutido em sala de aula, problemas e soluções concretas para a implantação da unidade serão discutidos pelos alunos, convidados e chefia da área protegida.

 

 Inscrições e mais informações sobre a capacitação em www.iabmg.org.br

Please reload

Em destaque

ANAMMA passa a integrar COMDEMA de Caxias do Sul

October 31, 2019

1/10
Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo