Nota da FNP e ANAMMA sobre o Decreto do CONAMA


NOTA OFICIAL


Entidades se manifestam contra nova composição do Conama


A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e a Associação Nacional de Órgãos Municipais De Meio Ambiente (Anamma) manifestam surpresa e preocupação diante do Decreto 9.806, de 28 de maio de 2019. O documento retirou a participação institucional municipalista do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), principal instância consultiva e deliberativa da área.


A composição do colegiado foi resultado de construção democrática e do protagonismo das entidades que representam, com legitimidade e pluralidade, as cidades e os órgãos municipais de meio ambiente. Por isso, as instituições repudiam a alteração drástica, sem qualquer discussão prévia, o que confronta os princípios básicos da harmonia federativa.


O papel das representações se consolidou, no decorrer dos anos, como de liderança e instrumento de posicionamentos coletivos, suprapartidários e regionais. Apontar por sorteio os atores que comporão o Conselho compromete a legitimidade das suas decisões. As novas regras detalhadas no Decreto fragilizam não apenas o Conama, mas o legado construído com muita competência por governantes, gestores e estudiosos, e, o que é pior, deixa ainda mais vulnerável a imagem do país no exterior e o futuro do meio ambiente no Brasil.

Brasília, 29 de maio de 2019.

FRENTE NACIONAL DE PREFEITOS (FNP)


ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE ÓRGÃOS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE (ANAMMA)

Em destaque
Notícias recentes
Arquivo

SIGA-NOS:

  • w-facebook
  • Twitter Clean