O INSTITUTO

Com os esforços da Presidência Nacional da ANAMMA, em seu novo Estatuto aprovado em 24 de abril de 2021 pelo colegiado da Diretoria Nacional e dos Associados presentes, o INST-ANAMMA foi criado, tendo sequencialmente a construção do PDI, que vai ao encontro do escopo de estabelecer um programa nacional de formação em governança pública e ambiental, não findando-se com a elaboração do Plano propriamente dito, efetivando-se no fortalecimento de um processo que envolve consulta e participação da comunidade técnica, científica e da sociedade civil; e do amplo círculo de gestores que são associados a ANAMMA, incentivado por seu Presidente Nacional – Marçal Cavalcanti (Secretário de Meio Ambiente de Pila/AL), concretiza-se este projeto nacional, subnacional e de atuação regional e local de formação educacional sob a égide ambientalista – fortalecendo o processo dinâmico em consonância com as políticas públicas, a sociedade e a missão, visão e valores da Instituição.

Após completar sua terceira década de atuação, a ANAMMA continua o debate sobre a instituição e seu futuro. Debate este que se concretiza, a criação do INSTITUTO NACIONAL SOCIOAMBIENTAL DE EDUCAÇÃO – INSTITUTO ANAMMA.

O Instituto Nacional Socioambiental de Educação – Instituto ANAMMA, que é uma organização sem fins lucrativos, tendo a Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (ANAMMA) sua mantenedora. Dedicada à formação complementar e a Educação Superior, nas atividades de ensino, de extensão, de pesquisa e de inovação.
 

WhatsApp Image 2022-08-12 at 16_edited.j

O Instituto Nacional Socioambiental de Educação – Instituto ANAMMA, que é uma organização sem fins lucrativos, sendo a Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (ANAMMA) sua mantenedora. Dedicada à formação complementar e a Educação Superior, nas atividades de ensino, de extensão, de pesquisa e de inovação. O Instituto atuará no ensino à distância, estando presente em todo território nacional. Sua missão é ofertar, com excelência, atividades de formação, capacitação, ensino superior, extensão, pesquisa e inovação em diversas áreas do conhecimento, em consonância com as demandas de interesse público.

 

O Inst.-ANAMMA utiliza também o método PBL - Problem Based Learning - aprendizagem baseada em problemas - uma estratégia didático-pedagógica centrada no ‘aluno’ que tem sido aplicada em diversas unidades de ensino nos últimos 30 anos e trata-se de um método de eficiência comprovada por inúmeras pesquisas no campo da psicopedagogia e da avaliação de desempenho dos profissionais formados por esse método.

 

Tem-se o compromisso de desenvolver trabalhos que atendam a alta complexidade técnica, devido à necessidade de conciliar objetivos diferentes, como aumentar a qualidade dos serviços, o poder de governança ambiental, a implementação de políticas públicas e outros.

 

O Instituto e sua Inserção no Contexto Regional 

Muito embora as instituições regionalizam-se, o Instituto ANAMMA compreende o estado brasileiro, impossibilitando adotar os critérios de regionalização, visto que a sua própria mantenedora atua nesse sentido. 

Nesse cenário, o Instituto ANAMMA faz parte do processo geral de interiorização da Educação Superior pelo território brasileiro e, especialmente, por adotar o sistema de uso das tecnologias para atender ao público em geral.

Ofertando ensino profissional o Instituto ANAMMA atuará na redução da enorme lacuna de Educação ocasionada nos gargalos existentes de conhecimento em boa governança, gestão e desenvolvimento sustentável, pesquisa, inovação e tecnologia, bem como contribuirá para o atendimento das crescentes necessidades que possa surgir com a advento do home office, gerando como resultado o desenvolvimento social e econômico.

Destarte, através do Plano de Desenvolvimento Institucional (2021 – 2025), o Inst.-ANAMMA expressa sua missão, visão e valores, pelos quais pretende orientar a continuidade de sua experiência institucional:

 

Missão:

Ofertar, com excelência, atividades de ensino superior, extensão, pesquisa e inovação em diversas áreas do conhecimento, especialmente, em consonância com o desenvolvimento sustentável.

Visão:

Ser uma instituição reconhecida, nacional e internacionalmente, com responsabilidade social, sendo excelência em oferta de Educação Superior e da sua atuação em defesa do com o desenvolvimento sustentável.

Valores:

- Zelo pela atuação ética e responsável

O Inst.-ANAMMA visa o interesse público, tendo a premissa do desenvolvimento sustentável, valorizando os interesses básicos da humanidade, como direito ao meio ambiente equilibrado, a boa governança pública, o respeito as instituições, democracia, justiça, solidariedade e respeito à diversidade.

 

- Compromisso com o conhecimento enquanto elemento de transformação

A atuação dos profissionais do Inst.-ANAMMA preza-se pela valorização, produção e democratização de diversas formas de saber, norteando o desenvolvimento educacional, ambiental, sustentável e cultural como viés do empoderamento, da valorização do saber, do protagonismo e da promoção do seu bem-estar.

- Disposição para a Inovação

Fomentar a atuação universitária, reconhecendo a importância do desenvolvimento, do empreender para inovar, de prototipar, auxiliar na efetivação de sua missão, observando necessariamente a coerência com a sua natureza do saber. 

- Sintonia com as questões locais e globais da sociedade

O Inst.-ANAMMA entende e orienta que “as coisas acontecem nas cidades”, ou seja, é importante entender a função social, o pleno interesse público, desenvolvimento territorial (o global para o local), compreendendo a sua área de atuação imediata, sem perder o foco da inserção internacional, sintonizando-se, coerentemente, com os fenômenos contemporâneos relacionados a sua missão institucional.

- Autonomia

A missão do Inst.-ANAMMA e a atuação de sua equipe profissional é de contribuir com a formulação das práticas educativas, desenvolvendo-as com liberdade, criatividade e em pleno exercício das competências que lhes são próprias.

Patrona

Para patrona da instituição, foi escolhida a Professora Adriana Teixeira Pinto (in memorian), que além de ter sido ambientalista, incentivadora das causas defendidas pela parceira da mantenedora - Frente Parlamentar Ambientalista dos Vereadores, teve atuação pedagógica para que a ANAMMA avançasse no seu processo de reformulação proposta pelo Presidente da ANAMMA Nacional – Marçal Cavalcanti, opinando e apoiando para que o atual Reitor – Marcelo Marcondes, desenhasse a proposta do Instituto. Adriana que em vida atuou e esteve presente em diversos momentos da ANAMMA, sonhou com o seu fortalecimento, colaborou significativamente com os seus conhecimentos administrativos e pedagógicos, para a consolidação deste PDI e tudo que envolve a história recente da ANAMMA e Frente Parlamentar nestes quesitos, uma história que se confunde, que houve muita dedicação dispensou-se, inclusive de momentos familiares.
Hoje este sonho torna-se realidade e a Professora Adriana, certamente está feliz por ver a solidificação dos projetos da mantenedora ANAMMA, do Instituto ANAMMA e de todos os parceiros envolvidos.

WhatsApp Image 2022-08-18 at 16.24.47.jpeg

Reitor

Nomeado pelo Presidente Marçal Cavalcanti e aprovado por toda diretoria nacional em Assembleia Geral, o Reitor do Instituto ANAMMA é o Professor Marcelo Marcondes, que possui 18 anos de expertise em gestão, desenvolvimento e conservação ambiental; Biólogo e Mestre em Design, Tecnologia e Inovação; Pedagogo; Graduando em Direito (sétimo semestre); Especialista em Direito e Gestão Pública; Especialista em Salesianidade; Especialista em Relações Internacionais; Especialista em Supervisão e Administração Escolar; Doutorando em Direito Econômico e Empresarial, tendo como linha de pesquisa o Direito da União Europeia - Direito Ambiental Internacional pela Universidad Internacional Iberoamericana (México). Foi Supervisor do Projeto Ações Preventivas na Escola pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação do Governo de São Paulo; Coordenou cooperações binacionais e Internacionais - como a integração Brasil-Bolívia para o combate ao trabalho escravo; integração da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China e; Idealizador e organizador do Forum Internacional de Cidades Sustentáveis, evento Binacional de organização com o apoio da União Europeia, tendo a presença de quase 4 mil pessoas e mais de 10 países participantes; Foi Coordenador de Projetos da Fundação Faculdade de Medicina (FFM-USP); Sendo ainda, secretário de Meio Ambiente e Agricultura de Aparecida; Ex-secretário de Segurança Pública e Trânsito de Aparecida; Ex-secretário de Promoção Social de Potim; É o atual ponto focal da ANAMMA via GIZ - Agência de Cooperação do Ministério Federal do Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha no Projeto Áreas Protegidas Locais e; Coordenador da Parceria Internacional para implementação da Declaração de Edimburgo nos Governos Subnacionais e Locais pela ANAMMA. Consultor em ODS/ONU; sendo ainda, Diretor de Relações Internacionais da ANAMMA; Secretário Executivo da Frente Parlamentar Ambientalista. Diretor de Educação, Meio Ambiente, Causa Indígena, Ciência e Tecnologia da ANAMMA/SP; Professor voluntário do Grupo de Acompanhamento da UNIVESP - Universidade Virtual do Estado de São Paulo (grupo com mais de 15 mil participantes) nos cursos de engenharia e administração; Pesquisador Científico em Elasmobrânquios (tubarões); Ex-vereador e Presidente da Câmara de Aparecida (com contas aprovadas por unanimidade pelo TCE).